Featured Slider

Como entrar na área de Retail

1 comment


Como recebi vários inbox no Facebook me pedindo algumas dicas de como entrar na área de retail pensei aqui comigo: Porque não fazer um post que todo mundo pudesse usar?

Quando chegamos aqui na Austrália, geralmente temos uma opção limitada de trabalho por vários motivos: Não termos experiência no mercado australiano, visto, inglês limitado e poucos contatos. A maioria dos intercambistas que conheço tendem a trabalhar nessas quatro áreas: Hospitality (Hotelaria, trabalhando em hotéis, restaurantes e cafés), Cleaning (Limpeza em geral ou a famosa faxina como conhecemos no Brasil. Pode ser tanto na área comercial na limpeza de escritórios, lojas e hotéis como na parte da construção como cleaner de obra ou na área particular com limpeza de casas e apartamentos), Labouring (A famosa construção aqui na Austrália) e também há aquelas pessoas que trabalhem Babysitting (Cuidando de crianças ou como chamamos no Brasil, babás). Temos também as exceções que já chegam aqui com um visto próprio de trabalho e conseguem trabalhar na sua área de atuação do Brasil.

O primeiro dia mais desastrosamente australiano!

4 comments


PELAMORDEDEUS NÃO ME MATEM!

Juro para vocês de coração, que tentei postar aqui o mais rápido que pude, mas vocês sabem como é quando estamos em um intercâmbio. Principalmente aqui na Austrália em que o dia acaba extremamente cedo e parece que eu nunca consigo organizar meus horários e muito menos o meu guarda-roupa! Mas como diria a Shakira, estoy aqui para falar sobre o meu segundo dia na Austrália (E sobre o misterioso encontro com o Host Dad).

Australizando voltou!

1 comment



MEUS AMORES!

Tenho certeza que quem acompanha o blog (Ou eu, porque não?) pelas redes sociais já está sabendo o que acabou acontecendo comigo aqui em terras estrangeiras. Mas, para ser bem honesta com vocês, não foi o único motivo: Antes de ficar doente não estava conseguindo conciliar as postagens com a minha nova rotina de vida. O que é totalmente compreensível já que é necessário todo um período de adaptação. Não tive problemas com o fuso horário, com o idioma ou com o convívio diário com os costumes australianos, longe disso! O mais hilário desse país, sem sombra de dúvidas, é que todas as coisas aqui começam muito cedo e terminam idem. Se me falassem em Porto Alegre que sete horas da noite é tarde, provavelmente, eu acharia graça (Visando que eu sempre gostei de dormir após uma hora da manhã, não antes disso). Mas acreditem, aqui é. Tudo é extremamente corrido.

- Tá Vic! Achei super relevante saber que na Austrália sete horas da noite é tarde. Mas, o que tem a ver?